Página Em Branco: talvez o fim seja a resposta

By Jubscreusa - 09:10


Me perguntei todos os dias durante alguns meses, se era a decisão certa a tomar e se eu realmente devia fazer aquilo. Agora que a gente terminou, uma paz estranha apareceu dentro de mim. 
Talvez, não fosse pra ser sabe? 
Talvez tudo tenha começado de uma maneira tão rápida e repentina que nem a gente sabia o que tava fazendo. Talvez tudo tenha sido tão rápido que a gente não se preocupou com o que aconteceria depois. Era tudo ali, agora. 
Tudo lindo e cheio de promessas de eternidade que por mais que faladas em voz alta, dentro do nosso coração a gente tinha a certeza de que jamais poderíamos cumprir aquilo. Jamais poderíamos cumprir algo tão grande se nem tínhamos certeza das pequenas dúvidas que há dentro de nós. 

Se eu te falar que não sinto falta do teu beijo que tem gosto de chocolate amargo com café expresso, e do teu abraço que me fez inteira tantas vezes eu estaria mentindo. Estaria tentando convencer a mim mesma que você não faz falta. Mas afinal, você faz. Todos os dias. Afinal você fez parte do meu mundo, e mesmo sem eu querer levou consigo uma parte dele quando partiu.
Mas a gente sabe melhor que ninguém que não era pra ser, pelo menos não agora.
A gente sabe melhor que tanta gente que se entregar de cara é maravilhoso. Que mergulhar de cabeça dá uma sensação maravilhosa. Mas aquilo que foi feito pra ser poça, jamais vai ser oceano. E talvez, fosse assim com a gente.
Quem sabe eu ainda te encontre, em um beco qualquer, mais maduro e com o coração ainda cheio de amor pra florescer. Talvez você ainda lembre que eu amo tulipas e ver o sol nascer. E quem sabe, você me faça nascer de novo e faça crescer algo melhor dentro de mim. 
Algo mais maduro, mais inteiro, mais conciso e mais intenso, que me faça bem. Quem sabe volta e meia disso tudo, a gente deixe as lágrimas que caem pelo rosto regar o jardim de dentro da gente e dar frutos melhores. Quem sabe outra pessoa apareça com um lindo sorriso de canto de boca e com a mesma paixão por palavras que nós dois temos. 

Quem sabe a gente descubra o mundo.
Quem sabe a gente se redescubra.

Quem sabe a gente realmente descubra o significado de amor, na forma mais literal possível.
Quem sabe depois de tanto procurar o infinito em outro alguém, a gente acabe achando ele dentro da gente e se perdendo na imensidão de estrelas e planetas desconhecidos que ainda temos que conquistar.

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários