04 janeiro 2018

Sessão Pipoca: Thor Ragnarok


Fala humanos do lado da Lua, tudo bem com vocês? advinha quem nem tá sumida? Esse post está sendo feito somente pra não deixar sem, porque eu sei que me atrasei demaaaaaia, escrevendo!!!! Inclusive, perdão por isso! Mas cá estamos nos, para uma pequena resenha do tão esperado Thor Ragnarok.





Pra quem não sabe nada do filme ou ainda não viu, segue resuminho: estamos em uma situação pós doutor estranho, onde Odin meio que "some" e Loki e Thor voltam a terra para procurar o querido pai (isso acontece depois de algumas tretas entre os irmãos, mas nada novo sob o sol). Depois da ajuda do querido Benedict, eles acabam descobrindo onde Odin está e claro, a ameaça que se segue depois do reencontro. 





A ameaça é ninguém menos que Hera, uma personagem fortíssima nas hqs do herói e que por acaso, é irmã do querido moço que usa a cortina da mãe de capa. Ela era uma das parceiras e o famoso braço direito de Odin antes de tudo acontecer e ela ser banida de Asgard. Porém, ela acaba voltando e mandando Loki e Thor LITERALMENTE para o buraco.





Eles acabam em uma terra estranha, onde o rei da popularidade é ninguém menos que o Hulk. Eles acabam se revendo, e claro, não é o melhor dos reencontros. Mas acabam se juntando para tentar voltar a Asgard e evitar o famoso Ragnarok. Que por acaso, não deixa de acontecer. (Relaxem que não é spoiler).

Agora vamos pra minha opinião sobre o filme? 




De longe foi um dos melhores filmes que vi no ano e um dos melhores trabalhos da Marvel. Porém, ainda sim teve diversos pontos negativos. "Mas jubs, sério?" Assim, no meu ponto de vista a apelação deles mais forte foi no sentido do humor. Que foi um dos pontos que menos me agradou.

Thor e Hulk são personagens fortes e de um humor não tão cômico. O filme tinha uma pegada um tanto hilariante que lembrava os filmes do aranha ou do stark. Em alguns momentos as piadas eram até apelativas, porém outras acabaram aliviando o clima e melhorando a relação entre os personagens.




O desenvolvimento dos personagens foi satisfatório, gostei pra caramba. A Hera foi a única personagem que poderiam ter explorado mais no plano tenebroso, porque a chegada dela causava impacto, mas eu sentia mais falta disso nas lutas e atos. Os efeitos e tudo mais do filme? Posso dizer que gostei mais ainda. Um forte da Marvel são as cenas de luta em dia, e um forte maior desse filme é a quantidade de acontecimentos simultâneos em um mesmo lugar. É incrível. A fotografia tá muito bem feita e novamente, o famoso slow motion nos agrada mais uma vez.

Trilha sonora também foi uma das minhas favoritas do ano, e também, amei a participação do doutor estranho no filme. 

Ps: essa trilha é fã made, apenas algumas estão realmente no soundtrack oficial. (Coloquei essa por preferência, mas a outra também segue disponível no spotify c: ).


As cenas pós crédito me deixaram a desejar, não vou mentir. Mas pelo menos já deu aquele ponta pé inicial na ansiedade para os próximos filmes.

No geral, foi um bom filme. Expectativas atendidas até demais e ansiedade já tá no ponto pra guerra infinita.

E pra quem quer saber mais sobre o filme, aqui tá o trailer:





Espero que tenham gostado! Ah e fato importante pra enfatizar sobre o filme: ELE FINALMENTE USA O ELMO GALERA! (mesmo que por pouco tempo).


Nos vemos no próximo post,
Beijos de luz,

Jubscreusa 🌟

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo