Página em Branco: Despedida cadente

By Jubscreusa - 06:47


E eu soubesse que seria a última vez, teria te abraçado mais. Teria tentado eternizar em ti tudo que já não me cabia. Quando te vi atravessando a rua naquele dia, reconheci teu cabelo de algum sonho. Daqueles sonhos bons que a gente lembra todo dia com saudade no peito. Depois daquele dia, não houve um em que eu não lembrei de ti. Não houve um que eu não desejei ter voltado e feito algo diferente. Ter feito mais, sabe? Eu deveria ter anunciado que te encontrei no jornal, ou ter feito um outdoor me declarando. Deveria ter ido te encontrar de surpresa e deixado pra lá o medo de você não gostar. Deveria ter escrito poesia boba pensando em ti, e tentar escrever músicas que jamais sairiam dos meus cadernos. Deveria ter dito pra todo mundo que a felicidade existe, e um dia você acaba se esbarrando nela. Deveria ter gritado que o amor é real, e está personificado em alguém que o acaso ainda vai te apresentar. Eu deveria ter te mandado uma carta dizendo que te queria pra sempre comigo, e jamais desistiria de você. 


Eu sempre te amei, mas fui embora antes de conseguir te dizer.
Não chore de saudade, viu? 
Eu ainda moro no teu peito.
Contarei pras estrelas de você e pedirei pra guiarem teu caminho pra alguém que mereça tudo de bom que você tem pra dar. 


até breve, meu raio de sol. 

  • Share:

You Might Also Like

1 comentários